Tradutores: Carolina de Oliveira Cruz Latorraca, Ana Luiza Cabrera Martimbianco, Rachel Riera


 

O Centro de Medicina Baseada em Evidências (CEBM) da Universidade de Oxford está empregando suas habilidades e sua expertise em síntese e disseminação de evidências para auxiliar na pandemia do COVID-19. Essa página será atualizada regularmente:

 

Podemos confiar em termômetros flexíveis que são usados na testa?

Como tratar a pneumonia em idosos durante uma pandemia?

Quais estudos clínicos estão sendo realizados? Quais intervenções talvez funcionem?

Os AINEs (anti-inflamatórios não esteroidais) pioram os desfechos em casos de infecções respiratórias agudas (IRA)?

Quais as evidências para o distanciamento social?

Deveríamos tratar as altas temperaturas em infecções agudas respiratórias?

O que está acontecendo com a mortalidade durante a pandemia de COVID-19?

Quais as evidências para a desinfecção das mãos e o COVID-19?

Disseminação do SARS CoV2 por fluidos oculares.

Centro de Vigilância de Pesquisas e Dados do COVID-19:

O Public Health England (PHE, o sistema de saúde público da Inglaterra) orientou o Centro de Vigilância de Pesquisa do Royal College of General Pracitioners a incluir o monitoramento do COVID-19 no seu esquema de vigilância virológica.

Melhorando a mobilidade de idosos isolados devido ao COVID-19

  • Leia Maximising mobility in older people when isolated with COVID-19.

 

 


Questões que estão sendo analisadas no momento:

  • Quais os efeitos dos inibidores da enzima conversora de angiotensina (IECA) e dos bloqueadores dos receptores de angiotensina 2 (BRA) na pneumonia relacionada ao COVID-19? Mark A. Graber, University of Iowa Carver College of Medicine
  • Controlar a febre em adultos e crianças com infecção respiratória aguda (IRA) altera os desfechos? Sophie Park (UCL)
  • O uso de IECA ou BRA deve ser interrompido antes da infecção? (Richard Hobbs, NDPHCs)
  • O uso de IECA ou BRA deve ser iniciado se houver infecção por COVID-19? (Richard Hobbs, NDPHCs)
  • O uso de corticosteroides inalatórios em pacientes com asma deve ser interrompido ou deve ser continuado? (Richard Hobbs, NDPHCS)
  • O que é melhor: um controle rigoroso da asma utilizando corticosteroides inalatórios para reduzir a resposta inflamatória (tratamento usual) ou o uso de corticosteroides inalatórios em altas doses predispõe a pneumonias mais graves relacionadas ao COVID-19? Charles Heatley (Birley Health Centre)
  • Devemos continuar fornecendo prescrições de medicamentos de uso contínuo durante pandemias? (Kamal Mahtani, CEBM)
  • Os pacientes que necessitam de cuidados contínuos por longo prazo correm o risco de serem negligenciados durante emergências nacionais ou pandemias? (Kamal Mahtani, CEBM)
  • Quais rotinas de cuidados em saúde nós esperamos que sejam oferecidas pelos serviços de atenção primária durante as pandemias? (Kamal Mahtani, CEBM)
  • Existe alguma estratégia baseada em evidências avaliar a dispneia por telefone ou por vídeo chamada? (Trish Greenhalgh; resposta prevista para 19 de março de 2020)
  • Qual a acurácia do auto-monitoramento da pressão sanguínea com aparelhos para pacientes que querem avaliar seus próprios sinais vitais (pressão sanguínea e pulso) em casa? (Trish Greenhalgh; resposta prevista para 19 de março de 2020)
  • Quais as evidências sobre a permanência de profissionais de saúde gestantes na linha de frente do atendimento em saúde? (Trish Greenhalgh; resposta prevista para 19 de março de 2020)
  • Acurácia de termômetros flexíveis usados na testa em situação de isolamento domiciliar (Greg Irving)
  • Existe evidência de que o uso de cateter nasal de oxigênio com alto fluxo (40 a 60 litros com até 60% de oxigênio) apresente benefícios, riscos, ou aumente o risco de transmissão do COVID-19? (Claire Parker)
  • Existem alternativas para o uso de AINEs (antiinflamatórios não esteroidais)? Por exemplo, a aspirina funciona ou existem muitas informações cruzadas? (Hannah Beba)
  • Há evidências sobre os efeitos da prescrição ou não de prednisolona oral para exacerbação de asma ou DPOC aparentemente induzida por vírus, no contexto de uma possível infecção por COVID- 19?
  • Quais parâmetros devem ser utilizados durante uma avaliação clínica? Qual a temperatura? Qual nível de taquipneia? Quais sinais torácicos ou pulmonares deveriam nos fazer acionar a atenção especializada? (Sarah Sangan)

Link para o original: https://www.cebm.net/oxford-covid-19/

Deve ser citado como: Oxford COVID-19 Evidence Service. https://www.cebm.net/oxford-covid-19/

Evidence Service Team: Jeff Aronson (CEBM), Robin Ferner UoB), Richard Hobbs (NDPHCS), Trish Greenhalgh (NDPHCS), Nia Roberts (UofOxford) Kamal Mahtani (CEBM), Nicholas DeVito (EBM DataLab), Jon Brassey, (TripDatabase), Annette Pluddemann (CEBM), Sophie Park (UCL), Jamie Hartman -Boyce (CEBM), Stephanie Tierney (CEBM), Paul Glasziou (Bond), David Nunan (CEBM), Elizabeth Spencer (CEBM), Douglas Badenoch (Minervation), Jason Oke (NDPHCS), Ruth Davis (CEBM), Carl Heneghan (CEBM), Ana Luiza Cabrera Martimbianco (Oxford-Brazil Alliance), Carolina de Oliveira Cruz Latorraca (Oxford-Brazil Alliance), Enderson Miranda (Oxford-Brazil Alliance), Luís Eduardo Fontes (Oxford-Brazil Alliance), Rachel Riera (Oxford-Brazil Alliance), Rafael Leite Pacheco (Oxford-Brazil Alliance), Tatiane Bomfim Ribeiro (Oxford-Brazil Alliance).

Se você tem perguntas e gostaria que o nosso serviço ajudasse a respondê-las, entre em contato por meio do e-mail: [email protected]